cv.toflyintheworld.com
Novas receitas

Lúpulo, não cerejas, florescer em Cold Michigan

Lúpulo, não cerejas, florescer em Cold Michigan


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


As safras de lúpulo estão prosperando nas baixas temperaturas de Michigan

À medida que a indústria da cerveja artesanal está decolando, a demanda por lúpulo está crescendo.

Uma geada no final da primavera tem o potencial de arruinar as safras de muitos fazendeiros de Michigan. Felizmente, Brian Tennis, originalmente um agricultor orgânico de cerejas, teve a maior parte de suas safras sobreviventes. Isso porque o tênis entrou no campo do cultivo de lúpulo.

À medida que a indústria da cerveja artesanal está decolando, a demanda por lúpulo está crescendo. Os agricultores de Michigan, como Tennis, estão se certificando de fazer parte dessa tendência. O lúpulo, que dá um sabor amargo às stouts e cervejas, é uma flor processada que cresce em treliças. Os botões são duros e podem sofrer várias geadas sem morrer.

Michigan, junto com Colorado e Nova York, está se tornando um dos estados de crescimento mais rápido dos Estados Unidos para a produção de lúpulo. É o lar de 140 cervejarias artesanais. Muitas dessas cervejarias mantêm o foco nos produtos locais, e os fazendeiros de Michigan estão lá para ajudar na chamada.

Devido à sua localidade, os produtores de lúpulo de Michigan podem cobrar um preço bem acima da média nacional. Por sua vez, as cervejarias do estado pagam menos pelo transporte e se preocupam menos com a deterioração do lúpulo em longas distâncias.

Mesmo com o desenvolvimento da cerveja artesanal, a indústria do lúpulo não está isenta de riscos. Os agricultores estão preocupados com a presença de insetos e fungos no lúpulo, com a intensidade do trabalho necessário para colher o produto, bem como com o custo geral da transição para o cultivo do lúpulo.

No entanto, nada disso está impedindo os produtores de lúpulo em todo o país. A área plantada dessas safras aumentou 18% em todo o país nos últimos 24 meses.


Por que Traverse City, Michigan, é um paraíso alimentar

No norte de Michigan, o lago molda o clima. O clima cria os ingredientes. E os ingredientes compõem a refeição. Basta perguntar aos chefs que chamam de casa Traverse City.

Como escritores, somos ensinados a evitar hipérboles. Resista ao clichê & # xE9. Nunca jorra. Claramente, quem quer que tenha inventado essas regras nunca visitou Traverse City, Michigan, em julho. A região fértil ao redor da cidade parece um rótulo de caixa de frutas vintage que ganhou vida: banhado de sol, supersaturado, extremamente delicioso. Você não pode se conter aqui, em palavras ou em prazeres gustativos. Você se inclina & # x2014 para as cerejas, vinho, walleye, damascos, ameixas, vinho, cenouras, batatas, tomates, cerveja e, oh, já mencionamos vinho?

Uma pequena cidade de 16.000 habitantes (um número que aumenta no verão), Traverse City fica na base da Old Mission Peninsula, um longo dedo que aponta ao norte para o Lago Michigan e a Baía Grand Traverse # x2019s. O lago isola a terra e suaviza as estações do ano & # x2019 bordas acidentadas, protegendo as colheitas tenras do calor, frio e geadas extremas. A paisagem se transforma em vales protegidos, onde o solo é arenoso e indulgente. No final do verão, a água brilha como turquesa e as colinas são listradas de vinhedos, campos e pomares. Todos os dias, pescadores e fazendeiros transportam sua recompensa para barracas de beira de estrada, mercados de fazendeiros e cozinhas de restaurantes.

& # x201CProduct aqui é muito superior porque & # x2019 vem a 20 milhas ou menos e é colhido no mesmo dia ou no dia anterior, & # x201D diz o chef Myles Anton da Trattoria Stella. & # x201CQuando recebo a entrega de beterraba, ela cheira a terra fresca. Nossos tomates tradicionais são os melhores que eu já tive. O aipo é diferente de tudo nas lojas que quase machuca, tem um sabor tão intenso. & # X201D Muitas pessoas conhecem Traverse City por causa de uvas e cerejas para vinho, mas um espectro completo de frutas e vegetais prospera aqui & # x2014qualidade, diversidade e abundância incomparáveis no meio-oeste.

O fluxo constante de ingredientes frescos (e de viajantes) alimenta uma cena gastronômica vibrante. Cafés e restaurantes lotam o centro. & # x201Nossa base de clientes é impressionante, & # x201D diz o chef James Bloomfield da Alliance. & # x201CI sinto que posso experimentar e cozinhar qualquer coisa porque os clientes estão dispostos a fazer qualquer coisa. & # x201D

Eric Patterson, da The Cooks & # x2019 House, concorda, mas diz que Traverse City também ensinou a ele e a sua parceira de cozinha Jen Blakeslee a simplificar: & # x201CNós deixamos os ingredientes falarem por si próprios. & # X201D Em alguns dias, isso significa combinações engenhosas de elementos surpreendentes & # x2014fitas maduras de ameixa flutuando em uma poça de milho saboroso. Em outros dias, significa abrir mão da criatividade por completo. & # x201CStrawberries and cream podem ser clichês & # xE9, & # x201D Patterson diz. & # x201CMas quando você tem frutas da Ware Farm e creme da Shetler Dairy, não há & # x2019 nada mais que você tenha que fazer. & # x201D Algumas coisas & # x2014 e alguns lugares & # x2014 são realmente tão esplêndidos quanto parecem.


Se o lúpulo Triumph for difícil de encontrar ou se você simplesmente estiver sem ele no dia da fermentação, você pode tentar substituí-lo por um lúpulo semelhante. A velha maneira de escolher lúpulos substitutos era feita por experiência e "tato". Não há nada de errado com isso. No entanto, queríamos construir uma ferramenta baseada em dados para encontrar suas substituições no Triumph.

Cervejeiros experientes escolheram os seguintes lúpulos como substituições do Triumph:

O Triumph está disponível em pó de lupulina?

Infelizmente, não existe uma versão em pó de lupulina do lúpulo Triumph. Nem Yakima Chief Hops (Cryo / LupuLN2), Haas (Lupomax) ou Hopsteiner criaram versões deste lúpulo na forma de pó de lupulina ainda. Muito ruim também - é lupulina em pó puro de lúpulo, que leva a um sabor enorme e concentrado quando usado na banheira de hidromassagem ou em adições de lúpulo seco.

Se você encontrar um erro em nossos dados, por favor nos avise!

Não somos afiliados a nenhum fabricante de lúpulo. Todos os direitos autorais e dados são fornecidos por seus respectivos proprietários.

Maior banco de dados de lúpulo

Beer Maverick compilou o maior e mais completo banco de dados de lúpulo online. Passamos dias procurando por substituições, perfis de sabor e níveis de ácido e óleo. Navegar em todos os saltos & raquo


Agricultores do norte de Michigan cultivando lúpulo, a flor que dá sabor à cerveja

5 de julho de 2010, encontra Old Mission Peninsula, perto de Traverse City, no meio do caos organizado da colheita de cereja doce. As equipes de colheita se agrupam em cada pomar. Tratores circulam ao longo de acostamentos empoeirados, carregando latas brancas cheias de orbes em tons de burgo. Nas curvas fechadas da Center Road, cerejas derramadas cobrem o asfalto - evidência de um motorista de trator com pressa demais. Ao que parece, cada entrada de automóveis exibe uma placa que diz: “Cerejas doces lavadas” e, em uma barraca de frutas, um adolescente está acenando para os clientes, acenando para as pessoas como, digamos, um cara faria em um bloco H & ampR em 14 de abril .

Esta é a nação cereja do zero, a evidência é clara. Mas, apesar do imperativo de cereja de hoje, três homens - dois deles fazendeiros de frutas - concordam em interromper a colheita e se encontrar comigo para almoçar na Old Mission Tavern para discutir uma safra totalmente diferente que eles têm experimentado nos últimos anos: lúpulo, o botão de flor que tem sabor de cerveja. O trio é formado por Rob Manigold e Steve Sobkowski, cujas famílias cultivam Old Mission há várias gerações, e Dan Wiesen, um fazendeiro e construtor do Condado de Leelanau. Todos têm mais de 50 anos e compartilham a pele bronzeada de homens que trabalham ao ar livre. Os três estão entre talvez 10 agricultores, incluindo alguns produtores orgânicos, que estão fazendo experiências seriamente com o lúpulo no norte.

Embora as cerejas continuem a ser a potência agrícola da região nos próximos anos, ser tão dependente de uma única variedade de frutas significa que não há nada para proteger os anos de colheita ruim ou preço baixo, e essa vulnerabilidade convenceu alguns agricultores a diversificar. “No que diz respeito a como o lúpulo começou em Old Mission, atribuo a muitos agricultores que se reúnem no inverno, bebem muito vinho e navegam na Internet”, diz Manigold. Ele ri, a piada iluminando seus olhos castanhos calorosos. Mas, como qualquer piada, há um certo grau de verdade. Os agricultores diversificaram com uvas e vinho aqui, e tem funcionado bem. Eles se perguntaram o que mais seria possível.

Os agricultores se lembraram da Dra. Joanne Westphal, professora da Michigan State University, que surgiu no início dos anos 2000 para discutir outras safras que poderiam crescer aqui, e o lúpulo estava na lista. E quando os agricultores acessaram a Internet, descobriram informações encorajadoras. Principal entre os achados: o lúpulo se dá bem ao longo do paralelo 45, que atravessa a Península da Antiga Missão, o lúpulo tolera o frio e os veados não comem lúpulo. “Esse é um grande problema”, diz Wiesen.

A faísca de ignição para os fazendeiros da Antiga Missão veio quando a NPR e o Wall Street Journal ambos mencionaram uma escassez de lúpulo. A esposa de Sobkowski levantou a questão com a cervejaria Right Brew, e um ex-sócio de Manigold e Sobkowski discutiu um contrato de longo prazo com a cervejaria - se eles concordassem em comprar um determinado volume de lúpulo, os três homens os forneceriam. Acordo fechado. Lúpulo plantado na primavera seguinte.

Curiosamente, Wiesen e seus parceiros em Leelanau estavam começando a comer lúpulo ao mesmo tempo, mas nenhum dos produtores sabia dos esforços dos outros. “Tínhamos um terreno muito frio e baixo para muitas colheitas, e meu irmão me perguntou o que íamos fazer com ele”, disse Wiesen. Eles conduziram algumas pesquisas e decidiram dar uma chance ao lúpulo.

O almoço acaba e Manigold tem que voltar rápido para seu pomar, mas Wiesen e Sobkowski concordam em me levar em um passeio de lúpulo da Velha Missão. A primeira parada é um pátio de lúpulo que acaba de ser construído - construído, não apenas plantado, porque o sistema de treliça necessário é um projeto de construção completo. Chegamos ao local e encontramos Gary Riggs, um pau para toda obra para fazendeiros em Old Mission, e três tripulantes dando os toques finais no quintal de cinco acres. Uma grade de postes, cada um com 18 pés de altura, ergue-se do solo recém-lavrado e destonado. Riggs planta 65 postes em um acre, então os une com fio de resistência à tração de 200.000 psi para suporte. Em seguida virão os rizomas de lúpulo, cerca de 1.000 por acre.


15 receitas de verão

A maioria de nós não precisa de uma desculpa para comemorar o clima de verão. Festivais de cerveja e competições abundam, reuniões de família são planejadas e festas de quintal aparecem - até mesmo guarda-roupas recebem um tratamento especial com mangas curtas e sandálias. Então, por que não preparar algo que sabe muito bem na praia ou churrasco, um tira-sede que cai muito bem depois de um dia de jardinagem ou enquanto grelhados?

A fabricação de cerveja no verão não difere muito da fabricação de cerveja durante as outras estações. Você pode bater em mais alguns mosquitos enquanto amassa, mas a maior diferença vem quando é hora de resfriar seu mosto e manter sua temperatura de fermentação. Ao preparar uma infusão de verão, verifique a temperatura do mosto resfriado (com um termômetro higienizado). Como a água da torneira provavelmente fica mais quente no verão, você pode precisar adicionar mais alguns cubos de gelo ao banho-maria para resfriar o mosto até as temperaturas de fermentação adequadas. Da mesma forma, temperaturas externas mais altas significam que seu “local fresco” da casa pode estar quente demais para fermentar.

Experimente uma dessas receitas sazonais testadas e comprovadas de lojas de cerveja artesanal em todo o país. (BYO calculou as estatísticas de fermentação, como OG e IBU.) Ou use-as como inspiração para projetar seu próprio sipper de verão. Nesta coleção, apresentamos uma Golden Ale pronta para a praia da Costa do Golfo dos EUA, uma Mexican Lager da Califórnia (limão opcional), uma Crocante Centeio Pale Ale de Vancouver e muito mais. Já se sente renovado?

Golden Ale DeFalco
Suprimentos para vinho e cerveja em casa de DeFalco
Houston, Texas

www.defalcos.com
(5 galões / 19 L, extrato com grãos)
OG = 1.047 FG = 1.011
IBU = 23 SRM = 5 ABV = 4,6%
Está tão quente na Costa do Golfo que esta receita de verão é popular durante quase todo o ano.

Ingredientes

6,0 libras (2,7 kg) Extrato de malte líquido Alexander’s Pale
(ou 5,0 lbs. (2,3 kg) Muntons Extra
Extrato de malte seco leve)
1 lb. (0,45 kg) de malte pálido doméstico de duas fileiras
0,5 lb. (0,23 kg) de malte CaraPils®
6 saltos AAU Cascade (45 minutos)
(1,0 oz./28 g de ácido alfa 6%)
2,25 saltos AAU Liberty (10 min)
(0,5 oz./14,2 g de ácido alfa 4,5%)
2,25 saltos AAU Liberty (0 min)
(0,5 oz./14,2 g de ácido alfa 4,5%)
1 pacote Sais de água burton
1 pacote Nottingham Ale ou Wyeast 1056
(American Ale), 1007 (German Ale), White Labs WLP001
(California Ale) ou levedura WLP 029 (German Ale).
1 pacote Bru-Vigor
0,75 xícara de açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

Em uma pequena panela, leve um galão (3,8 L) de água a 160–170 ° F (71–77 ° C). Adicione o saco de grãos e sais de água e deixe em infusão 30 minutos. Agora, borrife (enxágue) suavemente os grãos com água quente da torneira (temperatura ideal 168 ° F / 76 ° C) e aumente o volume total para dois ou mais galões em sua panela. Traga para ferver.

Desligue o fogo e adicione o extrato de malte. Volte a ferver, adicione o lúpulo nas horas especificadas na lista de ingredientes. Adicione as últimas rodelas de lúpulo Liberty e desligue o fogo imediatamente. Deixe repousar por 20-30 minutos em um banho de resfriamento. Despeje o mosto resfriado no fermentador. Aumente o volume para cinco galões (19 L). Se a temperatura for inferior a 80 ° F (27 ° C), coloque a levedura e o pacote de Bru-Vigor (se estiver usando) no mosto e coloque a tampa e a eclusa de ar sobre o fermentador. Fermentar a 65–70 ° F (18–24 ° C). Após a fermentação, verifique a gravidade específica. O F.G. deve ser 1.011 ou menos. Se for maior que 1,016, deixe fermentar e repousar por mais alguns dias. Preparar e engarrafar. Deixe a cerveja envelhecer em temperatura ambiente por pelo menos duas semanas. O pico do sabor é alcançado após seis semanas.

Opção all-grain

Substitua 3,6 kg de malte claro pelo extrato de malte.


Pendulum Swinger Light Ale
Somethings Brewn ’
Galesburg, Illinois

www.somethingsbrewn.com
(5 galões / 19 L, extrato com grão)
OG = 1,048 FG = 1,012
IBU = 27 SRM = 5 ABV = 4,7%
Um casal de um dos clubes locais de cerveja caseira enviou uma ligação para os membros do clube para fornecer cerveja caseira para a recepção de casamento que estava por vir. Depois de algumas horas de recepção, o barril de Pendulum Swinger Light Ale já havia explodido!

Ingredientes

3,5 libras (1,6 kg) Extrato de malte líquido leve
2,0 libras (0,91 kg) Extrato de malte seco Muntons Extra Light
1,0 lb. (0,45 kg) de malte Pilsen
0,5 libras (0,23 kg) Malte CaraPils®
3.7 Pelotas de lúpulo AAU Saaz (60 minutos)
(1,0 oz / 28 g de 3,7% de ácidos alfa)
4.1 Saltos Tettnang AAU (15 minutos)
(1,0 oz./28 g de ácidos alfa de 4,1%)
1,65 hops Hersbrucker AAU (15 min)
(0,5 oz./14 g de 3,3% de ácidos alfa)
1,65 hops Hersbrucker AAU (5 minutos)
(0,5 onças / 14 g em 3,30 alfa ácidos)
Levedura White Labs WLP029 (German Ale / Kölsch)
0,75 xícaras de açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

Coloque os grãos triturados em um saco de maceração e adicione 5,7 L (um galão e meio) de água aquecida a 160 ° F (71 ° C). Deixe em infusão por 45 minutos entre 152–157 ° F (67–69 ° C). Enxágue lentamente o saco de grãos com um galão (3,8 L) de 170 ° F (77 ° C) de água em sua panela fervente. Adicione mais água para um total de 5,5 galões (21 L) ou o que quer que sua panela agüente confortavelmente sem ferver.

Assim que a água ferver, retire do fogo e adicione seus extratos de malte. Deixe ferver novamente. Use um saco de lúpulo para cada adição de lúpulo. Adicione o lúpulo fervente. Com quinze minutos restantes para ferver adicione o lúpulo aromatizante. Com cinco minutos restantes para ferver adicione os lúpulos aromáticos. Após 60 minutos de tempo total de fervura, retire a panela do fogo e retire os três sacos de lúpulo. Resfrie o mosto, transfira para um fermentador e areje. Levedura de piche. Fermentar a 64 ° F (18 ° C).

Michigan Summer Wheat Ale
Mercado da Siciliano
Grand Rapids

www.sicilianosmkt.com
(5 galões / 19 L, all-grain)
OG = 1,048 FG = 1,012
IBU = 29 SRM = 8 ABV = 4,7
Muitos clientes da Siciliano solicitam regularmente uma receita para uma cerveja de trigo do estilo "Michigan".

Ingredientes

4,0 libras (1,8 kg) Malte de trigo americano
3,0 libras (1,4 kg) Malte Pilsen americano
2,0 libras (0,9 kg) Malte American Vienna
8 onças (227 g) Malte cristal americano (10 ° L)
8 onças (227 g) Malte American CaraPils®
4,25 AAU Mt. Hood saltos (60 min)
(1,0 oz./28 g de 4,25% de ácidos alfa)
4,25 AAU Mt. Hood saltos (20 minutos)
(1 onça / 28 g de ácidos alfa de 4,25%)
1 onça (28 g) Mt. Hood saltos (5 minutos)
1 colher de chá. Musgo irlandês (15 minutos)
1 colher de chá de semente de coentro triturada (5 minutos)
Levedura Fermentis SafBrew S -33
0,75 xícaras de açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

Amasse a 152 ° F (67 ° C) em 1,15 quartos (1,1 L) de água por libra (kg) de grão. Aspergir e coletar 7,0 galões (26 L) para uma fervura vigorosa de 60 minutos. Fermentar a 70 ° F (21 ° C) para melhorar o perfil de levedura.

Michigan Summer Wheat Ale
Mercado da Siciliano
Grand Rapids

www.sicilianosmkt.com
(5 galões / 19 L, extrato com grãos)
OG = 1.054 FG = 1.013
IBU = 28 SRM = 4+ ABV = 5,2

Ingredientes

5,5 libras (2,5 kg) Extrato de malte seco de trigo Briess
8 onças (227 g) Malte American CaraPils®
8 onças (227 g) de malte cristal americano de 10 L
4,25 AAU Mt. Hood saltos (60 min)
(1,0 oz./28 g de 4,25% de ácidos alfa)
4,25 AAU Mt. Hood saltos (20 minutos)
(1 onça / 28 g de ácidos alfa de 4,25%)
1 onça (28 g) Mt. Hood saltos (5 minutos)
1 colher de chá. Musgo irlandês (15 minutos)
1 colher de chá de semente de coentro triturada (5 minutos)
Fermentis SafBrew S & # 8211 33 levedura
0,75 xícaras de açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

Em uma pequena panela, aqueça dois galões de água (7,6 L) a 160 ° F (71 ° C). Em um saco de maceração, adicione os grãos especiais e deixe em infusão por 20 minutos. Remova a meia de grãos, adicione um galão de água (3,8 L) e deixe ferver por 60 minutos. Adicione 3 libras. (1,4 kg) extrato de malte seco (DME) no início da fervura e lúpulo conforme indicado. Adicione o resto do DME nos últimos 20 minutos da fervura, aditivos conforme indicado. Resfrie rapidamente o mosto após a fervura. Fermentar a 70 ° F (21 ° C) para melhorar o perfil de levedura.

Grande Mexican Lager
William’s Brewing
San Leandro, Califórnia

www.williamsbrewing.com
(5 galões / 19 L, grãos inteiros)
OG = 1.071 FG = 1.018
IBU = 36 SRM = 6 ABV = 6,9%
“Grande” foi projetado por Randy Guerrero, um funcionário da William’s Brewing em San Leandro, Califórnia, para acompanhar o pôr do sol de verão.

Ingredientes

13,15 libras (6,1 kg) Malte claro de duas fileiras dos EUA
1,25 libras (0,6 kg) milho em flocos
0,5 lb. (0,23 kg) de malte CaraPils®
4,5 saltos Hallertauer AAU (55 minutos)
(1,0 oz./28 g de 4,5% de ácidos alfa)
6 saltos AAU Saaz (30 minutos)
(1,5 onças / 43 g de ácidos alfa a 4%)
4 saltos AAU Saaz (10 minutos)
(1,0 oz./28 g de 4% AAU)
Levedura Wyeast 2042 (Danish Lager)
0,75 xícaras de açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

O tempo de fervura é de 60 minutos. Fermentar por 14 dias a 50 ° F (10 ° C), depois transferir e lager por 4 semanas a 40 ° F (4,4 ° C).

Extrair opção

Substitua 10 libras. (4,5 kg) Extrato de malte líquido William’s American Light.

95 na sombra
William’s Brewing
San Leandro, Califórnia

www.williamsbrewing.com
(5 galões / 19 L, extrair apenas)
OG = 1.040 FG = 1.010
IBU = 20 SRM = 4+ ABV = 3,8%
Esta cerveja light foi desenvolvida para matar a sede nos dias mais quentes.

Ingredientes

6 libras (2,7 kg) Extrato de malte alemão Pilsner William’s
4,5 saltos AAU Hallertau (55 minutos)
(1,0 oz./28 g de 4,5% de ácidos alfa)
4,5 saltos AAU Hallertau (5 minutos)
(1 oz./28,3 g de 4,5% de ácidos alfa)
Levedura Wyeast 1187 (Ringwood Ale)
0,75 xícaras de açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

Fermentar por 14 dias a 68 ° F (20 ° C).

Opção all-grain

Substitua 8 libras. (3,6 kg) Malte German Moravian de 2 linhas e 0,5 lb. (0,23 kg) Malte German Vienna.

Rye Pale Ale
Bader Beer & amp Wine Supply e amp Bader Winery
Vancouver, Washington

www.baderbrewing.com
(5 galões / 19 L, extrato com grãos)
OG = 1.050 FG = 1.013
IBU = 58 SRM = 10 ABV = 4,9%
O sabor seco e crocante do malte de centeio e os IBUs relativamente elevados tornam esta cerveja bastante refrescante.

Ingredientes

3,3 libras (1,5 kg) Extrato líquido de malte Coopers Light
2,0 libras (0,9 kg) Extrato de malte seco leve Coopers
1,0 lb. (0,45 kg) de malte de centeio
1,0 lb. (0,45 kg) de malte Munich (10 ° L)
0,5 lb. (0,23 kg) de malte Victory
6,0 onças (170 g) malte mel
10,5 saltos AAU Magnum (60 minutos)
(0,75 onças / 21 g de ácidos alfa de 14%)
3,75 AAU Fuggle hops (30 min)
(0,75 onças / 21 g de ácidos alfa a 5%)
2,5 lúpulos AAU Kent Golding (20 minutos)
(0,5 onças / 14 g de ácidos alfa a 5%)
2,5 lúpulos AAU Kent Golding (10 minutos)
(0,5 onças / 14 g de ácidos alfa a 5%)
1,0 onça (28 g) Fuggle hops (0 min)
2,0 onças (57 g) Lúpulo Amarillo (lúpulo seco)
1,0 colher de chá Musgo irlandês (15 minutos)
White Labs WLP051 (California Ale V) ou
Levedura Wyeast 1332 (Northwest Ale)
0,75 xícaras de açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

Íngreme grão maltado triturado em 2 galões (7,6 L) de 150 ° F (66 ° C) de água por 30 minutos. Remova os grãos e leve a água para ferver. Quando começar a ferver, acrescente o xarope de malte. Volte a ferver, adicionando lúpulo às vezes especificadas na lista de ingredientes. Encha o garrafão higienizado com 7,6 litros de água fria. Coe o mosto quente no garrafão e complete até a marca de 5,25 galões (20 litros). Adicione o fermento quando a cerveja estiver abaixo de 26 ° C (78 ° F) e fermentar. Adicione o lúpulo seco quando a cerveja terminar de fermentar. Remova o lúpulo seco após cerca de quatro dias. Engarrafar a sua cerveja, envelhecer 2–3 semanas e divirta-se!

Mo’s Summer Ale
Ótimas Fermentações
Indianápolis, Indiana

www.greatfermentations.com
(5 galões / 19 L, all-grain)
OG = 1.055 FG = 1.014
IBU = 24 SRM = 5+ ABV = 5,4%

Ingredientes

10 libras (4,5 kg) malte claro de 2 carreiras
0,25 lb. (0,11 kg) de malte CaraPils®
0,25 lb. (0,11 kg) de malte de trigo
1,0 lb. (0,45 kg) de arroz em flocos
4,5 saltos AAU Hallertau (60 minutos)
(1,0 oz./28 g de 4,5% de ácidos alfa)
2,25 saltos AAU Liberty (30 min)
(0,5 oz./14 g de 4,5% de ácidos alfa)
2 saltos de cristal AAU (5 minutos)
(0,5 onças / 14 g de ácidos alfa a 4%)
0,5 oz (14 g) de capim-limão
0,5 oz (14 g) de lavanda
0,5 onças (14 g) camomila
Levedura Wyeast 1332 (Northwest Ale)
0,75 xícaras de açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

Amasse a 152 ° F (67 ° C) por 60 minutos. Adicione capim-limão, alfazema e camomila à fermentação secundária.

Extrair opção

Substitua 6,4 libras. (2,9 kg) extrato de malte seco para 10 libras. malte claro de duas fileiras.

Apricot Harvest Wit
Ben’s Homebrew
Tarentum, Pensilvânia

www.benshomebrew.com
(5 galões / 19 L, extrato)
OG = 1.054 FG = 1.014
IBU = 30 SRM = 3+ ABV = 5,2%
Esta é uma cerveja leve, crocante e maravilhosamente deliciosa que Ben Knoerdel fez para sua esposa, que não gosta de cerveja com lúpulo.

Ingredientes

6 libras (2,7 kg) Extrato de malte seco Briess Bavarian Wheat
8 lúpulos AAU Saaz (45 minutos) (2 onças / 57 g de ácidos alfa a 4%)
2 colheres de chá coentro esmagado
0,5 onças (14 g) de casca de laranja amarga
1 lata de purê de damasco Oregon
Levedura White Labs WLP400 (Belgian Wit Ale)

Passo a passo

Adicione 2,5 galões (9,5 L) de água fria em sua chaleira e adicione o extrato de malte de trigo. Deixe ferver e adicione 2 onças. (57 g) de lúpulo Saaz. Ferva por 45 minutos e adicione o coentro triturado e a casca de laranja amarga. Ferva por 15 minutos. Resfrie o mosto e transfira para o fermentador. Complete com cinco galões (19 L), areje e lance o fermento. Espere sete dias e depois transfira para o secundário e para a lata de purê de damasco do Oregon. Espere cinco a sete dias e engarrafar.

Opção all-grain

Substitua o DME por malte Briess de duas fileiras de 6,0 lbs (2,7 kg) e 3,75 lbs. (1,7 kg) malte de trigo. Amasse com 3,0 galões (11 L) de água a 152 ° F (67 ° C) por 60 minutos. Espalhe em lote com 4,8 galões (18 L) de água e colete um total de 6,5 galões (25 L) de mosto.

Navio costeiro comum da Califórnia
The Cellar Homebrew
Seattle, Washington

www.cellar-homebrew.com
(5 galões / 19 L, extrato com grãos)
OG = 1.072 FG = 1.018
IBU = 74 SRM = 16 ABV = 7,0%

Ingredientes

6,0 libras (2,7 kg) Extrato de malte líquido leve Briess
3,0 libras (1,4 kg) Extrato de malte seco leve Briess
0,75 lb. (0,34 kg) Malte cristal inglês (70–80 ° L)
0,5 lb. (0,23) Malte German Light Crystal
6 saltos AAU Cascade (60 min)
(1,0 oz./28 g de ácidos alfa de 6%)
12 saltos AAU Chinook (60 minutos)
(1,0 oz./28 g de ácidos alfa 12%)
1 onça (28 g) Saltos em cascata (5 minutos)
1 onça (28 g) Lúpulo Chinook (5 min)
Levedura seca de Cooper ou Wyeast 2112 (California Lager)
0,75 xícaras de açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

Coloque os grãos triturados em dois sacos de peneira. Se usar lúpulo de folha, coloque o lúpulo fervente e de acabamento em sacos separados. O lúpulo da pelota não precisa ser colocado em sacos, pois não será esticado posteriormente. Despeje 2,5 galões (9,5 L) de água na chaleira. Adicione os sacos de grãos à sua chaleira e deixe a água quase ferver. Retire a chaleira do fogo e deixe descansar por 10 minutos.

Remova cuidadosamente os sacos de grãos e coloque-os em uma peneira sobre a chaleira. Lave os sacos de grãos com um litro de água quente na chaleira e descarte os grãos usados. Adicione o extrato de malte à chaleira e mexa até que esteja completamente dissolvido. Coloque a chaleira de volta no fogo e leve para ferver.

Assim que uma fervura vigorosa for atingida, adicione o lúpulo fervente. Cronometre a fervura por uma hora a partir deste ponto. Após 55 minutos de fervura, adicione o lúpulo de acabamento. Deixe ferver por cinco minutos e retire a chaleira do fogo. Tampe a chaleira e deixe esfriar por 20 minutos antes de continuar. Se estiver usando folhas de lúpulo, remova cuidadosamente os sacos de lúpulo da chaleira e coloque-os em uma peneira sobre o fermentador. Despeje 2,5 galões (9,5 L) de água muito fria no fermentador (despeje sobre as folhas de lúpulo para enxaguá-las). Adicione o conteúdo da chaleira à água fria do fermentador. Complete o fermentador até 1 polegada (2,5 cm) acima da marca de 5 galões (19 L) com água fria.

Opção all-grain

Sua conta de grãos é 11,5 libras. (5,2 kg) Malte americano de duas fileiras e 0,75 lbs. (0,34 kg) Malte cristal inglês (70–80 ° L).

Garden Wedding Cream Ale
The Beverage People
Santa Rosa, Califórnia

www.thebeveragepeople.com
(5 galões, 19 L, purê parcial)
OG = 1.061 FG = 1.015
IBU = 25 SRM = 5 ABV = 5,9%

Ingredientes

5 libras (2,3 kg) Extrato de malte seco Briess Light
1,0 lb. (0,45 kg) Malte claro de 6 fileiras
0,5 lb. (0,23 kg) de malte CaraPils®
1,0 lb. (0,45) de milho em flocos (milho)
1,0 lb. (0,45) de extrato de arroz seco
1/3 colher de chá gesso
1/8 colher de chá cloreto de cálcio
1 colher de chá. musgo irlandês
3.8 Pellets de Perle Hop de AAU (60 minutos)
(0,5 onças / 14 g de alfa ácidos 7,5%)
4 saltos AAU Hallertau (30 minutos)
(1,0 oz./28 g de ácidos alfa a 4%)
Wyeast 1056 (American Ale) ou
Levedura White Labs WLP002 (English Ale)
0,75 xícaras de açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

Grãos de purê, exceto CaraPils®, incluindo milho em flocos e extrato de arroz, juntos a 150 ° F (66 ° C) por 60 minutos. Adicione CaraPils® pelos últimos 15 ou 20 minutos de purê. Leve para ferver, adicionando lúpulo conforme indicado acima. Fermentação morna ou fria, dependendo do frutado desejado. Condicionamento frio opcional.

Opção all-grain

Sua conta de grãos é de 5,0 libras. (2,3 kg) malte de duas fileiras, 2,0 lbs. (0,91 kg) malte de seis fileiras, 0,5 lb. (0,23 kg) malte CaraPils®, 1,0 lb. (0,45 kg) de milho em flocos (milho), 1,0 lb. (0,45 kg) de extrato de arroz seco. Grãos de purê, exceto CaraPils®, incluindo milho em flocos e extrato de arroz, juntos a 150 ° F (66 ° C). por 60 minutos. Adicione CaraPils® pelos últimos 15 ou 20 minutos de purê. Use uma fervura de 90 minutos, adicionando lúpulo conforme indicado acima. Fermentação morna ou fria, dependendo do frutado desejado. Condicionamento frio opcional.

Good Brewer Hefeweizen
O bom cervejeiro
Livermore, Califórnia

www.goodbrewer.com
(5 galões / 19 L, extrato com grãos)
OG = 1.061 FG = 1.015
IBU = 16 SRM = 5+ ABV = 5,9%
Embora "maior" do que as diretrizes do BJCP possam sugerir, o impulso extra deste hefe é facilitado por lúpulo de cristal e levedura Weihenstephan.

Ingredientes

6 libras (2,7 kg) Extrato de malte seco de trigo Briess
12 oz. (0,34 g) malte de trigo
4,0 onças (113 g) malte cristal (10 ° L)
4,0 onças (113 g) Malte CaraPils®
4,0 onças (113 g) trigo em flocos
3,0 saltos de cristal AAU (60 minutos)
(1,0 oz./28g de ácidos alfa 3%)
2,25 saltos de cristal AAU (20 minutos)
(0,75 onças / 21 g de ácidos alfa 3%)
1 onça (28 g) Pelotas de Czech Saaz (0 min)
2 colheres de chá musgo irlandês
1⁄2 C. maltodextrina
2 colheres de chá ácido cítrico ou limão fresco ou laranja
Levedura Wyeast 3068 (Weihenstephan Weizen)
0,75 xícaras de açúcar de milho (para priming)
1,0 onça (28 g) pó de posição
(opcional para retenção de cabeça extra)

Passo a passo

Coloque todos os grãos em um saco de grãos na chaleira de fervura. A água deve estar a 150–155 ° F (66–68 ° C). Desligue o fogo e deixe em infusão por 30 minutos. Remova os grãos da caldeira e adicione lentamente o extrato de malte drid de trigo (DME) à caldeira, mexendo sempre. Assim que o DME estiver dissolvido, retorne a chaleira ao fogo e leve para ferver.

Faça a primeira adição de lúpulo no início da fervura. O tempo total de fervura é de 60 minutos. Com 20 minutos restantes, adicione o segundo lúpulo de cristal, duas colheres de chá. Musgo irlandês, 1⁄2 C. maltodextrina e 2 colheres de chá de ácido cítrico ou limão fresco ou laranja.

Faça a adição final de lúpulo no final da fervura e desligue o fogo. Resfrie o mosto a 70–75 ° F (21–24 ° C), lance o fermento e areje bem. Considere o uso de um tubo de sopro, pois este é um fermentador bastante agressivo.

Fermentar por uma a duas semanas e passar para o secundário por mais uma semana. Na hora do engarrafamento, use 2/3 xícara de açúcar de milho e 1 onça. (28 g) de pó de espuma se você quiser alguma retenção de espuma extra. Condicione por três semanas e divirta-se!

Opção all-grain

Sua conta de grãos é 7,5 libras. (3,4 kg) malte de trigo, 3,5 libras. (1,6 kg) Malte Pilsner de duas fileiras, 0,5 lbs. (0,23 kg) trigo em flocos e 0,375 libras. (0,17 kg) malte cristal (10 ° L). O volume da água de purê é de 3,5 galões (13 L). Temperatura de mosturação: 145-150 ° F (63-66 ° C), mash por 60 minutos, certifique-se de que o amido foi convertido.

Aspergir com água quente a 170 ° F (77 ° C) e coletar 5,5 galões (21 L) de mosto. Ferva por 60 minutos, acrescentando lúpulo nos horários indicados nos ingredientes. Resfrie o mosto, transfira para o fermentador e coloque a levedura.

Fermentar por uma a duas semanas e passar ao secundário por uma semana. Engarrafar e preparar com açúcar de milho.

Redhead CPA (Cherry Pale Ale)
Homebrew Pro Shoppe, Inc.
Olathe, Kansas

www.brewcat.com
(5 galões, 19 L, extrato com grãos)
OG = 1,046 FG = 1,011
IBU = 21 SRM = 21 ABV = 4,4%
Muitos de nossos clientes estão procurando uma "nova bebida" um pouco diferente. . . e descobrimos que nossa fruta ale se tornou bastante popular.

Ingredientes

6,6 lb. (3,0 kg) de extrato de malte líquido leve Briess Golden
8,0 onças (0,23 kg) malte cristal (60 ° L)
4.5 Lúpulo Hallertau AAU (amargo)
(1,0 oz./28 g de 4,5% de ácidos alfa)
6 saltos AAU Cascade (acabamento)
(1,0 oz./28 g de ácidos alfa de 6%)
4,0 onças (113 g) extrato de sabor cereja (3 lbs./1,4 g de cereja
purê de frutas pode ser substituído por um acabamento mais frutado)
Levedura Muntons Ale
5,0 onças (142 g) açúcar de priming

Passo a passo

Despeje dois galões (7,6 L) de água limpa em uma panela de 4 galões (15 L) ou maior. Despeje os grãos amassados ​​no saco de pano e dê um nó na ponta para fechá-lo. Coloque o saco cheio de grãos na água da panela e aqueça a aproximadamente 160–170 ° F (71–77 ° C). Remova o saco de grãos e deixe escorrer para a panela sem apertar e descarte.

Aqueça a água da panela de infusão até ferver. Retire a chaleira do fogo. Adicione o xarope de extrato de malte. Mexa bem e volte ao fogo. Mexa constantemente até que volte a ferver. Adicione lúpulos amargos. Não use a tampa da chaleira. Ferva por 55 minutos, mexendo ocasionalmente, depois adicione o lúpulo final. Ferva por mais cinco minutos (o tempo total de ebulição é 60 minutos). Você adicionará o extrato de sabor a gosto antes do engarrafamento (adicione purê opcional à fermentação primária). Resfrie o mosto rapidamente até 70 ° F (21 ° C). Despeje o conteúdo do brewpot em um fermentador de plástico de grau alimentício de 6,5 galões (25-L) higienizado. Com o mosto resfriado no fermentador de plástico, adicione água a 70 ° F (21 ° C) até que o nível alcance a marca de 19 litros (5 galões) no balde. Polvilhe o conteúdo do pacote de fermento em cima do mosto e mexa bem. Coloque o fermentador em um ambiente de 68–72 ° F (20–22 ° C).


Bee Hive Blonde Ale
The Winemaker Shop
Fort Worth

www.winemakershop.com
(5 galões / 19 L, extrato com grãos)
OG = 1.055 FG = 1.014
IBU = 23 SRM = 7 + ABV = 5,3%
Este é um dos nossos kits de loja personalizados muito populares no verão. É uma espécie de cruzamento entre uma American Pale Ale e uma Blonde Ale. O lúpulo Summit no final da fervura confere à cerveja um aroma cítrico muito agradável.

Ingredientes

6,0 libras (2,7 kg) Extrato de malte líquido leve Briess Pilsen
0,5 libras (0,23 kg) malte mel
2,0 libras (0,9 kg) mel
4,1 AAU Mt. Hood saltos (60 min)
(0,75 oz./21 g a 5,5% de ácidos alfa)
4,5 saltos AAU Summit (15 minutos)
(0,25 onças / 7 g a 18% de ácidos alfa)
1,0 onça (28 g) Saltos de pico (0 min)
Levedura White Labs WLP051 (California Ale V)
1 comprimido Whirlfloc ou 1 colher de chá de musgo irlandês
5 onças (142 g) açúcar de milho (para priming)

Passo a passo

Adicione 2 galões (7,6 L) de água filtrada à panela de ebulição. Adicione o saco de grãos à água e aqueça a água a 155–160 ° F (68–71 ° C). Deixe descansar por 30 minutos. Retire o saco de grãos e adicione os extratos e o mel. Mexa o extrato até estar completamente dissolvido e, em seguida, adicione água filtrada para fazer 6,5 galões (25 L).

Aqueça o mosto até ferver e, em seguida, adicione o lúpulo Mt. Hood. Ferva por 45 minutos. Adicione o comprimido Whirlfloc ou musgo irlandês. Add first addition of Summit hops. Boil 15 more minutes, add second edition of Summit hops and turn off heat.

Remove from heat, stir for several minutes (this will cause the solids to settle in the middle of the pot). Cool wort down to 75 °F (24 °C) and transfer to fermenter. Aereate wort, then add yeast. Ferment until final gravity (FG) is less then 1.010. Mix corn sugar with 1 cup water, bring to boil, and then cool to room temperature. Transfer beer to bottling bucket, add corn sugar solution. Bottle condition for at least two weeks.

South Hills Brewing Supply Blonde Ale
Pittsburgh, Pensilvânia

www.southhillsbrewing.com
(5 gallons/19 L, extract with grains)
OG = 1.042 FG = 1.011
IBU = 7 SRM = 3+ ABV = 4.1%

Ingredientes

3.0 lb. (1.4 kg) extra light dried malt extract
1.0 lb. (0.45 kg) rice syrup solids
1.0 lb. (0.45 kg) light honey
1.75 AAU Mt. Hood hops (30 mins)
(0.3 oz./8.5 g of 5.5% alpha acids)
2.75 AAU Mt. Hood hops (0 mins)
(0.5 oz./14 g of 5.5% alpha acids)
1 colher de chá. yeast nutrient
1 Whirlfloc tablet
White Labs WLP029 (German Ale/Kölsch) yeast

Passo a passo

Add bittering hops to 1.5 gallons (5.7 L) of water, bring to a boil for 30 minutes and remove from heat. Add malt and rice extracts and stir until thoroughly dissolved. Bring to a light simmer and maintain for 15 minutes.

Add one teaspoon of yeast nutrient and the Whirlfloc tablet (this aids in clarity) along with the finishing hops and honey. Continue simmering for another 10 minutes. Cool with the aid of a wort chiller to a temperature of 70–80 °F (21–27 °C).

Add to plastic fermenter with 3 gallons (11 L) of room temperature water. Alternatively, cover pot and chill in an ice water bath for 15–20 minutes. Add to fermenter and top up with 3 gallons (11 L) of cold water. Pitch yeast and ferment for a week to ten days. Transfer to a glass carboy and ferment until completion. Prime, bottle, and age for three weeks or more.

Kepler’s Kölsch
Brew Your Own magazine

(5 gallons/19 L, countertop partial mash)
OG = 1.047 FG = 1.009
IBU = 22 SRM = 6 ABV = 4.9%
Kölsch is a tricky beer style to pull off. Some would say that stovetop extract brewers shouldn’t even think about trying it. Nós não. We know that if you take a scientific approach you can do it. However, you need to read these instructions carefully before you brew and follow them exactly.

Ingredientes

3.0 lbs. (1.4 kg) Pilsner malt
0.5 lbs. (0.23 kg) Vienna malt
0.5 lbs. (0.23 kg) wheat malt
1.0 lb. (0.45 kg) Muntons Light dried malt extract
2 lb. 13 oz. (1.3 kg) Muntons Light liquid
malt extract (late addition)
1⁄4 tsp calcium chloride (60 mins)
1⁄8 tsp yeast nutrients (15 mins)
5.5 AAU Tettnang hops (60 mins)
(1.2 oz./35 g of 4.5% alpha acids)
0,25 onças. (7.1 g) Hallertau Hersbrücker hops (15 mins)
Wyeast 2565 (Kölsch) or White Labs WLP029 (German Ale
/Kölsch) yeast (3 qt./

3 L yeast starter @ SG 1.035)
1 cup corn sugar (for priming)

Passo a passo

In a clean bucket, combine 6.0 gallons (23 L) of very soft (or distilled) water with a teaspoon of calcium chloride and a teaspoon of gypsum (calcium sulfate). Add a Campden tablet (for removal of chloramines), cover loosely and let sit overnight. This is your brewing liquor. Place grain bag with crushed grains in a 2-gallon (7.6-L) beverage cooler. Heat 5.5 qts. (5.2 L) of brewing liquor to 163 °F (73 °C) and stir this into grains. Mash grains, starting at 152 °F (67 °C), for 30 minutes.

While mash is resting, stir dried malt extract into 1.0 gallon (3.8 L) of brewing liquor in your brewpot and heat to 148 °F (64 °C). Also heat 5.5 qts. (5.2 L) of brewing liquor (for sparge water) to 180 °F (82 °C) in a separate pot. Run off first wort from cooler and pour into brew pot. Continue to hold the temperature at 148 °F (64 °C). Add sparge water to cooler, rest 5 minutes then run off second wort. Add the second wort to your brewpot and hold at 148 °F (64 °C) for another 10 minutes. (The enzymes from the partial mash wort will continue to work on any remaining degradable carbohydrates from the grain and malt extract, leading to a more fermentable wort.) Add about a half-gallon (1.9 L) of your brewing liquor to your sparge water pot and bring it to a boil. Add calcium chloride and bring wort to a boil. Once you see the hot break form, add hops and boil for 60 minutes. Every 10 minutes, top up the boil to its original volume (around 2.5 gallons/9.5 L) with boiling water. (This will help minimize wort darkening by keeping the wort from getting too thick. If you can boil more than 2.5 gallons/9.5 L vigorously, do so.) With 15 minutes left in the boil, add the final dose of hops and yeast nutrients. At the end of the boil, stir in liquid malt extract and let wort steep (with lid on) for 15 minutes before you begin cooling. Cool wort until outside of brewpot is cool to the touch. Combine with cool brewing liquor in your fermenter to make 5 gallons (19 L) of wort at 65 °F (18 °C). Aerate well and pitch yeast sediment from yeast starter. (Note: If don’t make a starter, pitch two — or better yet three — packs of liquid yeast.) Ferment at 65 °F (18 °C), then rack to secondary and cold condition at 40 °F (4.4 °C) for three weeks or until beer falls clear. Bottle with corn sugar or keg and carbonate to 2.4 volumes of CO2. Serve in a Kölsch glass (stange), if you have one.


Find Similar Hops

Many hop varieties share characteristics. However, some of these qualities — such as alpha-acids, oil content, and flavors — are not similar enough you probably shouldn't use them interchangeably. Find data-driven substitutions for your favorite hops with this tool. Saber mais.

Choose the hop you want to replace:

Please choose a hop first.

Manually Chosen

Combinação

Data Driven Method

Aroma

Combinado

Bittering

Como usar

After choosing your hop in the dropdown, you will be presented with four lists of hops. The first will be any manually-chosen replacements if your hop has any. The other lists will be from our calculations that are powered by over 70 different values for over 250 total hops. While specific hops may be either aroma, bittering or dual-purpose, we've decided to give you as much information as possible to make your decision on. The percentage to the right of the lists shows you how "similar" that hop is to your chosen one. While high-nineties are usually all good, we ususally want to look for hops that are at least 98% similar for replacement.

Values Compared

We used over 70 different values to help identify the best replacement hops on the market today. These are just some of the values we used to help us in our calculations.

  • Alpha Acids: Average, Minimum, Maximum
  • Beta Acids: Average, Minimum, Maximum
  • Cohumulone % of Alpha: Average, Minimum, Maximum
  • Total Oil Content (mL/100g): Average, Minimum, Maximum
  • Average Essential Oil Content Average %: Myrcene, Humulone, Carphyllene and Farsense
  • Propósito: Aroma = 1, Dual = 2, Bittering = 3
  • Country of Origin: Each country was given a tier number to help group countries like New Zealand and Australia together.
  • Aroma Tags: Popular tags were each given a number.
  • Aroma Radar Chart Scores: Citrus, Tropical Fruit, Stone Fruit, Berry, Grassy, Herbal, Spicy, Pine, Floral

Beer Maverick is a website built for and by avid homebrewers and craft beer drinkers. We aim to provide in-depth brewing information for everyone from beginners to experts.


Fact check: No, President Joe Biden has not cooked up any mandates on red meat consumption

FILE - In this Sept. 21, 2019, file photo when former Vice President Joe Biden was running for president, Biden works the grill during the Polk County Democrats Steak Fry in Des Moines, Iowa. AP Photo/Charlie Neibergall

President Joe Biden’s critics are having a cow over a false narrative that his administration is cooking up plans to limit Americans’ red meat consumption.

The beef over the fabricated meat mandates began last week after The Daily Mail — a British tabloid known for unreliability — published an article that misleadingly linked Biden’s goal of cutting greenhouse gas emissions in half by 2030 with a University of Michigan study that examined how reducing red meat consumption could cut diet-related emissions.

Biden’s team plans to work with agencies across the federal government to address emissions, with a climate task force expected to release sector-by-sector recommendations later this year. Taking a page from the Green New Deal, which targets lower emissions and environmental justice, Biden’s recent $2 trillion jobs plan calls for investments of billions of dollars in green infrastructure, renewable energy, sustainability in homes and buildings, and ramped up electrification of municipal fleets just as automakers are increasing production of zero-carbon vehicles.

The Daily Mail article suggested that Biden’s emissions-reduction plan — which has not even been released yet — may dictate what Americans drive or grill, or how they heat their homes. In fact, no one in the Biden administration has called for red meat consumption limits or forcing every American to buy an electric car or electric heat pump.

But in short order, false claims and misleading memes suggesting that Biden wanted to limit Americans to a single Big Mac per month spread like a grease fire among far-right outlets, Biden critics, Fox News pundits and even lawmakers on Capitol Hill.

Fox News recently showed a graphic of a double cheeseburger and described, falsely, “Biden’s climate requirements” as a maximum of 4 pounds of beef per year one burger a month and cutting 90% of red meat from one’s diet. Fox News improperly cited the Department of Agriculture and the University of Michigan study, but the real source, according to several fact checkers, was the misleading story from The Daily Mail.

Donald Trump Jr., the former president’s son, posted the Fox News graphic for his millions of followers on social media. “I’m pretty sure I ate 4 pounds of red meat yesterday,” he said. “That’s going to be a hard NO from me,” he added, referencing the imaginary requirements.

“Martin Heller, one of the authors of the not-about-Biden study all of this nonsense is misusing, told me today, ‘I, admittedly, have no idea what Biden’s plan has to say about our diets,’” CNN fact-checker Daniel Dale wrote on Sunday.

Senate Majority Leader Chuck Schumer, a Democrat of New York, poked fun at the controversy on Sunday night.

“Excited to be watching the Oscars with an ice cold plant-based beer,” Schumer said. “Thanks Joe Biden.”

Excited to be watching the Oscars with an ice cold plant-based beer.

Without mentioning him by name, Schumer’s tweet took a jab at Fox News pundit and former White House advisor Larry Kudlow, who had previously condemned Biden’s emissions and climate goals, characterizing the progressive environmental movement as “ideological zealots” forcing “plant-based beer” and “grilled Brussels sprouts” on Americans’ beloved Fourth of July.

Beer has been made for thousands of years using water and plant-based ingredients such as barley and hops. Samuel Adams Boston Lager, for instance, is made simply with water, malt, hops and yeast sometimes, “to add complexity” to other brews, even more plant-based products are thrown into the recipe, including oranges, cherries, lemons, rose hips and vanilla.

Dale on Sunday morning said, “this stuff is completely imaginary. Biden has not proposed any limit on Americans’ meat consumption.”

A White House spokesperson did not immediately respond to a request for comment on Monday. Dale reported that Mike Gwin, White House rapid response director, posted a photo of then-candidate Biden grilling at an Iowa steak fry in 2019.

While agriculture reforms may be part of some recommendations from the climate team, at no point has the Biden White House called for any consumption limits to red meat — or any meat, or any food, for that matter.

A White House fact sheet on the new goals does not mention meat consumption limits or any federal mandates on electric vehicle or heat pump purchases.

Again, this is absolute nonsense based on nothing at all Biden did or said. But in certain circles, no explanation is needed even just 2.5 days after the lie was introduced into the right-wing ecosystem. (Or re-introduced, given that similar claims have been circulated before.) pic.twitter.com/hN21weKcCT

&mdash Daniel Dale (@ddale8) April 25, 2021

The president’s climate goals, and Sen. Ed Markey’s and Rep. Alexandria Ocasio-Cortez’s Green New Deal, reintroduced last week, have frequently been lambasted with claims that have no basis in fact.

In February, when frigid weather in Texas froze up equipment and caused failures with a range of power sources, Gov. Greg Abbott and talk show hosts like Tucker Carlson singled out renewable energy and The Green New Deal — which has not been implemented anywhere — as the key culprit for blackouts. But according to the state’s grid operator, the Electric Reliability Council of Texas, failures with natural gas, coal and nuclear generators accounted for almost double the outages sparked by frozen solar panels and wind turbines.

Social media users responded with mockery, blaming the Green New Deal for everything from “gout” to “Jar Jar Binks in the [Star Wars] prequels.”


Isenção de responsabilidade

Registration on or use of this site constitutes acceptance of our User Agreement, Privacy Policy and Cookie Statement, and Your California Privacy Rights (User Agreement updated 1/1/21. Privacy Policy and Cookie Statement updated 5/1/2021).

© 2021 Advance Local Media LLC. All rights reserved (About Us).
The material on this site may not be reproduced, distributed, transmitted, cached or otherwise used, except with the prior written permission of Advance Local.

Community Rules apply to all content you upload or otherwise submit to this site.


Hop Bines

Hops commonly refers to both the flowers that develop (called cones) and the bine itself, Humulus lupulus. That’s right – the common hop is a bine not a vine. Unlike vines that use tendrils and other means to climb, hops bines climb with the help of stiff hairs along their stems. Hops don’t take up much space, but they thrive when they can grow vertically upward (sometimes over 20 feet tall!) often with the help of a simple hops trellis. Plant in a well-drained location – or mound well above poorly draining, compact soils – and watch these vigorous plants grow. Hops flowers are traditionally used as an herbal remedy and as a main ingredient in beer for their flavor and bittering qualities. With the rising interest in making homebrews, there is no better time to grow your own hop plants.

Zona de Resistência

Enter your zip code to find your hardiness zone and to see which trees and plants are compatible with your area.


Popular among craft brewers. Attractive bines are moderately vigorous. Dark-green cones are medium-sized, elongated, and compact. High yields. Used in brewing for distinct, medium-strength herbal aroma as well as bittering qualities. Low alpha acids with a spicy, citrus-like flavor. Bines require a support system — train to grow on a fence or hops trellis. Originates from Oregon State University in 1956, introduced in the 1970s. Named for the Cascade Mountain range. Ripens in August.

125% Survival Guarantee!

Since 1816, Stark Bro’s has promised to provide customers with the very best fruit trees and plants. É simples assim. If your trees or plants do not survive, please let us know within one year of delivery. We will issue a one-time merchandise credit to your account equaling 125% of the original product purchase price. Read more about our warranty policy.


Assista o vídeo: Aspargos Brancos de Lúpulo Hop Shoots- Cultivo de Lúpulo


Comentários:

  1. Zephan

    Devo esperar por uma atualização?

  2. Lionel

    a informação valiosa

  3. Marshall

    É uma pena que agora não possa expressar - estou atrasado para uma reunião. Voltarei - vou necessariamente expressar a opinião.

  4. Travon

    Na minha opinião, você está enganado. Eu sugiro isso para discutir.

  5. Doire

    Obrigado a Afur pelo post útil. Eu li na íntegra e aprendi muito valor para mim.

  6. Mogul

    A vida é uma vez após a morte; O tolo é quem sai da linha.



Escreve uma mensagem